sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Desencontro

No caminho até sua amada, beijou o dorso de uma máquina. Cuspiu frases de amor entre sangue e ferro retorcido.

2 comentários:

Rodrigo Oliveira disse...

massa! curti. lembrou o da BR 470.

Daisy disse...

Gostei deste, embora a concorrência seja boa. Mas Desencontro abre mil possibilidades dramatúrgicas.
Daisy Carvalho - Roteirista de audiovisual - TV.